top of page
  • Redação

7 estratégias de precificação para usar na sua startup!


estratégias de precificação

Usar estratégias de precificação é uma das melhores maneiras de definir o preço que será cobrado dos(as) seus(suas) clientes pela aquisição de produtos ou contratação de serviços da sua empresa.


Mas, especialmente quando se fala em startups, não há uma regra específica de pricing que precisa ser seguida. Essa determinação depende de inúmeros fatores, tais como perfil do público-alvo, classe econômica atendida, modelo de negócio, entrega de valor com a solução, entre outros.


O fato é que definir preços corretamente é essencial para o sucesso do negócio. Afinal, somado à qualidade e ao potencial de inovação, esse é um dos critérios que levam ao crescimento da empresa.


Isso acontece porque ajuda a destacá-la positivamente no mercado de atuação, fortalecer a marca e elevar seu poder de atração e de fidelização de clientes.


Neste artigo, trouxemos sete estratégias de precificação que ajudará você a definir os preços das soluções, produtos e/ou serviços entregues pela sua companhia.


Como precificar os produtos e/ou serviços da sua empresa?

Antes de adotar estratégias de precificação para a sua startup, é bem importante ponderar sobre alguns fatores que, juntos, darão as diretrizes necessárias para essa definição.


Por exemplo, como você pretende posicionar a sua empresa no mercado de atuação? Caso não tenha pensado nisso ainda, é importante considerar que a resposta para essa pergunta está totalmente relacionada à determinação dos preços que serão cobrados do público-alvo.


Quanto a isso, o seu negócio tem algumas alternativas, tais como:

  • trabalhar com preços baixos: essa é uma maneira de conquistar volume de vendas e de captar mais clientes em menos tempo, visto que estará posicionado a sua solução em um patamar de baixo custo em comparação a outras do mesmo setor;

  • trabalhar com preços médios: essa alternativa pode ser considerada quando a startup tem concorrência direta. No caso, é possível usar como base o preço médio praticado no mercado e diferenciar as suas soluções por meio de outras características, a exemplo da tecnologia utilizada ou forma de implementação;

  • trabalhar com preços altos: isso coloca os seus produtos e/ou serviços em um patamar mais elevado, destacando-os por estarem em uma posição superior no segmento, desde que o preço esteja atrelado a diversos fatores de geração de valor, claro.


Para decidir qual dessas abordagens é a mais indicada para a sua empresa, considere outros critérios e pontos de análise, especialmente:

  • objetivo da companhia no que se refere às expectativas de vendas;

  • valor que as soluções entregam para os(as) usuários(as);

  • qualidade atribuída ao produto e/ou serviço;

  • perfil dos(as) potenciais consumidores(as);

  • estudos de marketing e de mercado.


Não deixe de ler este artigo: "Martech: a união do marketing e da tecnologia para crescer o negócio"


7 estratégias de precificação que ajudarão sua startup

Com isso em mente, as estratégias de precificação que você pode utilizar na sua startup são:

  • precificação competitiva;

  • precificação baseada no valor;

  • precificação baseada no custo;

  • estratégia de maximização;

  • estratégia de diferenciação;

  • estratégia de penetração;

  • freemium.

Precificação competitiva

A precificação competitiva consiste em considerar os preços praticados por companhias concorrentes como base de cálculo para os valores que serão cobrados pela sua empresa.


Essa é uma forma prática de pricing para startups, mas que não deve ser usada isoladamente.


Entre os motivos está o fato que essa abordagem pode gerar a falsa percepção de baixa qualidade do seu produto/serviço — especialmente se o preço definido for muito baixo —, o que também leva a riscos financeiros e de imagem do negócio.


Dica de leitura: "KPIs financeiros para startups: 11 indicadores que podem ajudar seu negócio a lucrar mais!"


Precificação baseada no valor

Como o próprio nome sugere, essa estratégia de precificação se baseia no valor que a solução agrega ao público-alvo. Por conta disso, ela é bem interessante para empresas que oferecem produtos e/ou serviços inovadores, inéditos no mercado, ou à frente dos disponibilizados pelos concorrentes.


Um dos cuidados que você precisa ter com essa forma de estabelecer preços é ter as personas bem definidas e a identificação clara e precisa de quanto a aquisição realmente resolverá as dores desses(as) clientes.


Precificação baseada no custo

Já a precificação de custo é feita considerando os gastos necessários para a criação e fabricação do produto, ou para entrega do serviço.


Apesar de ser uma estratégia de preços comumente usada por negócios tradicionais, ela pode ser adaptada aos inovadores e digitais, especialmente se associada a outras metodologias de pricing.


Estratégia de maximização

Um dos principais objetivos da estratégia de maximização é aumentar a receita da companhia em pouco tempo. Para isso, deve ser definido o maior valor de cobrança que for possível para o produto e/ou serviço comercializado.


Um bom momento para usar essa técnica é quando não se consegue identificar uma meta clara de quanto os(as) clientes estão dispostos a pagar pela solução. Isso abre a oportunidade para a empresa arriscar a trabalhar com preços mais altos.


Estratégia de diferenciação

A estratégia de diferenciação pode ser aplicada após a de maximização. Isso porque ela parte do maior preço possível de ser cobrado, reduzindo-o conforme a base de clientes aumenta.


Essa abordagem é bastante utilizada no mercado de softwares, quando os(as) primeiros(as) compradores(as) pagam mais caro pela solução que acabou de ser lançada, e os demais pagam menos pela mesma ferramenta, conforme outras versões vão sendo liberadas.


Estratégia de penetração

A estratégia de penetração segue o caminho oposto, partindo do menor preço possível rumo ao mais alto, conforme o número de clientes e o nível de interesse pela solução aumenta.


O objetivo é, no início, conquistar espaço no mercado para, em seguida, se posicionar acima e com mais destaque que os concorrentes.


Freemium

A estratégia de precificação denominada freemium é direcionada para startups que trabalham em formato de assinatura, a exemplo das voltadas para o mercado SaaS (Software as a Service).


Junção dos termos em inglês “free” e “premium”, essa metodologia consiste em disponibilizar a solução gratuitamente por um tempo determinado e com algumas limitações de uso para, em seguida, oferecer a versão completa e paga os(as) usuários(as) que passaram pelo período de teste grátis.


Como você pôde ver, existem diversas estratégias de precificação direcionadas para startups. Para chegar aos preços ideais para a sua empresa, considere a mesclar mais de uma metodologia, sem deixar de lado o seu modelo de negócio e o perfil do seu público-alvo.


Achou este artigo interessante? Então, que tal receber diversos outros conteúdos como este diretamente na sua caixa de e-mail? Para isso, assine a nossa newsletter quinzenal.


A cada edição, trazemos em uma rápida leitura temas relevantes, uma seleção das matérias mais vistas das últimas semanas e recomendações da redação para impulsionar seu conhecimento.


Fique por dentro de tudo!


 

Redação | Movile Orbit
 


bottom of page