• Redação

5 grandes desafios da gestão de pessoas em empresas scale-up


desafios-gestao-de-pessoas

Enfrentar os desafios da gestão de pessoas, especialmente em empresas scale-up, é essencial para conquistar o tão sonhado sucesso do negócio.


No nosso artigo sobre People Analytics, citamos que as pessoas são um dos pilares mais importantes de uma companhia. Sem o ativo “gente”, é praticamente impossível tornar uma ideia realidade e alcançar o patamar de expansão desejado por seus idealizadores.


Conseguir fazer uma boa gestão de pessoas é uma maneira de alinhar as expectativas dos profissionais às da empresa e, com isso, colher mais e melhores resultados.


Porém, nesse trajeto, líderes e RH acabam se deparando com alguns obstáculos que podem comprometer o interesse, o engajamento e a produtividade dos colaboradores.


Questões como não conseguir fomentar o aprendizado constante, problemas na comunicação e falta de treinamento dos gestores para lidar adequadamente com os times são pontos que podem comprometer seriamente o futuro de um negócio.


Neste artigo, você vai conferir cinco grandes desafios da gestão de pessoas e possíveis caminhos para resolvê-los, caso se depare com algum deles na sua empresa.


Quais os principais desafios da gestão de pessoas?

Os maiores desafios da gestão de pessoas, principalmente em companhias que estão em um significativo momento de crescimento, costumam ser:

  • Estimular o aprendizado constante

  • Conseguir aumentar a produtividade

  • Manter os profissionais motivados

  • Proporcionar uma boa comunicação

  • Treinar adequadamente os líderes

Estimular o aprendizado constante

Nunca parar de aprender é importante tanto para a organização quanto para o profissional, especialmente considerando que os mercados passam constantemente por mudanças, e é preciso acompanhar as movimentações para manter-se em crescimento.


Porém, não são raras as vezes em que tanto o colaborador quanto a empresa deixam essa questão de lado e passe a não procurar novas fontes de aprendizado.


Em casos como esse, cabe ao RH adotar uma cultura de aprendizagem, na qual treinamentos fazem parte da rotina da companhia, assim como programas estruturados de desenvolvimento para todos os níveis da empresa (de estagiários à alta liderança), como trilhas de conhecimento, cursos, bolsas de línguas e até mesmo mentorias.


Além disso, é possível também criar programas de desenvolvimento em parceria com escolas e universidades, a exemplo de descontos para que os funcionários possam fazer cursos técnicos, de aprimoramento, ou outras graduações.


Conseguir aumentar a produtividade

Seguindo essa linha, conseguir meios de aumentar a produtividade é uma forma de obter melhores resultados para o negócio, e até de estreitar o relacionamento com os clientes, visto que pode contribuir para melhorar o atendimento.


O grande desafio aqui, claro, é fazer isso de maneira escalável, conseguindo priorizar os esforços das equipes, mas sem sobrecarregá-la de maneira injusta. É preciso prezar por um trabalho de qualidade, porém equilibrado, e lembrar que a saúde mental dos funcionários é prioridade.


Um caminho para isso pode ser a adoção da chamada Metodologia Ágil, que é um conjunto de técnicas e ações que ajudam a tornar o gerenciamento de projetos mais dinâmico e flexível.


Treinamentos para uma melhor gestão do tempo e priorização e estudar as melhores ferramentas para otimizar os pequenos trabalhos operacionais também podem ajudar.


Manter os profissionais motivados

Manter os profissionais motivados tem relação direta com o aumento da produtividade, uma vez que, quanto mais motivação têm, mais resultados entregam. Porém, precisamos lembrar que não estamos falando de robôs e sim de seres humanos, com vontades e sonhos muito particulares.


Por isso, nossa maior dica de todas aqui é uma só: escute. Abra espaços de escuta ativa como grupos focais, conversas 1:1 ou outros caminhos para entender exatamente o que é valioso e importante para os seus times.


Depois disso, entenda o quanto é possível modificar políticas, benefícios e práticas da empresa para que isso seja atendido.


Conseguir auxiliar os colaboradores na realização de seus projetos de vida, com certeza, trará muito mais motivação e felicidade no dia a dia do que qualquer frase motivacional estampada em um kit bonito.


Proporcionar uma boa comunicação

Na lista de desafios da gestão de pessoas, a comunicação é mais um obstáculo que precisa de atenção dos gestores e do departamento de Recursos Humanos.


O motivo é até bastante óbvio: diálogos ineficientes podem levar a percepções equivocadas, dificuldade na resolução de problemas e na execução de estratégias, entre outros pontos semelhantes.


A junção de tudo isso, por sua vez, resulta em descontentamento, atritos e queda na produtividade.


Uma forma de evitar e/ou reverter essa situação é definindo corretamente quais são os canais de comunicação oficial da empresa e, culturalmente, quais comportamentos são esperados em termos de relacionamento entre as pessoas.


A adoção de uma adoção de uma cultura de feedbacks pode ajudar, mas criar espaços e mecanismos para que o diálogo aberto, frequente e transparente aconteça pode ser muito mais efetivo do que estabelecer formalidades nos momentos de avaliação


Treinar adequadamente os líderes

Por fim, também é bem importante treinar adequadamente os(as) líderes, não apenas com foco técnico, mas, sim, visando aprimorar o relacionamento com os(as) colaboradores(as).


É importante que as lideranças consigam explorar melhor o potencial de cada colaborador(a), fazendo-os se sentirem parte importante da companhia e colaborando para o seu desenvolvimento e de suas carreiras, o que também ajuda a promover maior engajamento.


Criar um ambiente de troca e confiança entre os times é essencial, independentemente de qual seja a cultura vigente na organização.


Por outro lado, comportamentos muito rígidos ou lideranças apenas preocupadas com a execução correta de tarefas tendem a criar um ambiente de intimidação e insegurança, reduzindo participações, compartilhamento de ideias e outros comportamentos positivos que podem contribuir para o crescimento do negócio.


Quais os principais desafios da gestão atual?

Além desses, a gestão atual das empresas pode ter outros desafios a serem enfrentados. Três bons exemplos são:

  • conseguir meios de atrair e reter talentos, o que pode se tornar um importante diferencial competitivo para a marca;

  • criar ambientes de trabalho verdadeiramente diversos e inclusivos, onde pessoas de grupos minorizados não sejam apenas contratadas, mas se sintam confortáveis e pertencentes.

  • cuidar da saúde mental dos colaboradores, ao mesmo tempo em que mantém o ritmo de crescimento acelerado do negócio. Especialmente após o período mais intenso da pandemia, no qual foi preciso ajustar rapidamente formas de trabalho para que todos se mantivessem o mais seguros possível, questões como Síndrome de Burnout e fadiga do Zoom vieram à tona, exigindo posicionamento dos gestores em parceria constante com o RH.

Quais as maiores dificuldades com pessoas na gestão de colaboradores?

Em resumo, é possível dizer que as maiores dificuldades com pessoas na gestão de colaboradores é encontrar formas de mantê-los engajados, de modo que exerçam da melhor maneira suas funções e sintam-se bem em fazer parte do time.


Quando isso é alcançado, as pessoas tendem a se sentirem mais realizadas pessoal e profissionalmente.


No local de trabalho esse sentimento resulta em menos conflitos internos, maior participação e colaboração, mais engajamento, criatividade e produtividade. Consequentemente, a empresa ganha em crescimento e inovação


Curtiu este conteúdo? Então aproveite para assinar a newsletter do Movile Orbit e receba, diretamente no seu e-mail, os destaques quinzenais e as opiniões dos nossos especialistas!


 


Redação | Movile Orbit