• Redação

Big Data: como utilizar dados para impulsionar a sua startup?


big-data


Volume, variedade, velocidade, veracidade e valor. Os cinco princípios base do Big Data que podem (e devem) ser utilizados para alavancar a sua empresa.


O motivo? A coleta e a análise de grandes quantidades de dados ajudam a encontrar padrões de comportamento, identificar de forma mais fácil problemas recorrentes, fazer previsões de mercado e das necessidades dos clientes, entre outros pontos semelhantes e relevantes.


Todas essas informações colaboram para tomadas de decisão mais assertivas, visto que estarão baseadas em fatos, e não em achismos ou suposições.


Com isso, as chances de alcançar mais e melhores resultados aumentam, o que, consequentemente, contribui para o crescimento da sua startup com menos entraves, processos falhos e gastos desnecessários até atingir o seu objetivo. Apesar de parecer clichê falar sobre dados, muitas startups maduras ainda não os utilizam como poderiam.

Sobre isso, uma pesquisa divulgada no site Entrepreneur, revelou que empresas que usam Big Data têm redução de custos de 10% e aumento nos lucros de 8%. Uma das razões de números como esses é que, com a análise de dados, é possível prever quais produtos e soluções os clientes desejam adquirir.


Somado a essa constatação, as tomadas de decisão baseadas em dados contribuem para diminuir os riscos operacionais e para aumentar a vantagem competitiva do seu negócio.


Com todos esses benefícios em mente, confira, agora, como usar o Big Data na sua startup!


Como aplicar o conceito de Big Data na sua startup?

Redes sociais, e-mails, sistemas de atendimento e de gestão de clientes... essas e outras ferramentas usadas no dia a dia da sua empresa geram milhares e milhares de dados.


Segundo um levantamento do Social Good Brasil, organização da sociedade civil, divulgado em uma reportagem no site Terra, a previsão de dados gerados em 2021, em todo o mundo, é de 350 zettabytes, ou seja, 35 trilhões de gigabytes ⸺ lembrando que esse volume tende a dobrar a cada dois anos.


Para ter bons insights com os dados que são geradas pela sua empresa, os passos indicados a serem seguidos são:

  • defina o objetivo da sua análise de dados;

  • escolha as ferramentas que ajudarão nesse processo;

  • não despreze informações;

  • analise profundamente os resultados obtidos.

Defina o objetivo da sua análise de dados

São várias as fontes de dados de um negócio, e cada uma pode direcionar para uma estratégia. Por isso, é bem importante, antes de iniciar o Big Data do seu negócio, definir qual o objetivo dessa análise.


Por exemplo, se o seu propósito é estreitar e melhorar o relacionamento com os seus clientes, pode levantar dados de contatos (tais como os gerados em redes sociais e soluções de atendimento) a fim de identificar quais são as reclamações mais recorrentes, o que os consumidores acham dos canais de atendimento oferecidos, entre outras informações semelhantes.


Direcionamentos e objetivos claros facilitam a geração de boas ideias para aprimoramento das estratégias da sua startup.


Escolha as ferramentas que ajudarão nesse processo

Boas ferramentas são essenciais para processar grandes volumes de dados. Além de tornar essa atividade mais dinâmica, ajuda a reduzir o tempo necessário para a análise e evita erros.


Nesse cenário é possível encontrar soluções gratuitas ou pagas - escolha o que se adequar melhor à sua necessidade.


Não despreze informações

Nem todos os dados precisam ser utilizados em uma tomada de decisão, mas isso não quer dizer que os que não forem devem ser descartados.


Seguindo o princípio de ter um direcionamento para a sua análise, as informações que não fizerem parte desse contexto podem ser utilizadas em outros momentos. Por isso, o ideal é não descartar dados que já foram filtrados pelas ferramentas de Big Data.


Analise profundamente os resultados obtidos

Por fim, é preciso entender que o Big Data não dará respostas, nem insights prontos para os problemas da sua startup. É preciso, portanto, estudar com dedicação todas as informações coletadas.


É por meio de uma observação mais precisa e pontual que você e sua equipe conseguirão chegar a um diagnóstico e, com isso, tomar decisões mais estratégicas.


Quais as vantagens da análise de dados para a sua empresa?

E como dissemos logo no início deste artigo, a análise de dados traz uma série de vantagens para o seu negócio. Entre os que mais se destacam estão:

  • aprender mais sobre o seu mercado de atuação;

  • entender melhor o posicionamento dos seus concorrentes;

  • conhecer de maneira mais profundas os seus clientes;

  • elevar o seu poder de atração e de fidelização;

  • otimizar a jornada de compra do seu público.


Todos esses pontos são possíveis, pois os dados gerados revelam situações reais, que de fato aconteceram. Por isso, um dos pilares do Big Data é a veracidade, visto que as informações registradas e posteriormente recolhidas são fidedignas.


A possibilidade de gerar bons insights parte justamente desse princípio, que é conseguir se basear em acontecimentos passados para prever o futuro do negócio.


Por exemplo, não é segredo para ninguém que o comportamento dos consumidores muda de tempos em tempos, certo? A questão é como acompanhar isso, ou melhor, como se antecipar a essa mudança?


Esperar para ver o que outras empresas farão coloca a sua em posição de desvantagem, perdendo espaço no mercado, clientes e receita.


Por outro lado, ter meios de estar um passo à frente dos seus concorrentes coloca a sua startup em posição de destaque, contribui para atrair novo público e fidelizar aqueles que já estão na sua base, considerando que saberá exatamente o que entregar a eles para atender as suas atuais necessidades. E nesse ponto o Big Data pode ajudar.


 

Como as análises de Big Data auxiliam os gestores nas tomadas de decisão?

Big Data auxilia gestores nas tomadas de decisões, pois coleta e analisa informações reais, respaldando suas estratégias em fatos e não em suposições, hipóteses, suspeitas ou achismos.


Como a capacidade de gestão da informação pode influenciar na decisão de adotar uma estratégia Big Data?

A capacidade de gestão da informação pode influenciar na decisão de adotar uma estratégia de Big Data visto que ela representa o potencial da empresa de acessar dados gerados interna ou externamente.


Além disso, é ela que aponta competência do negócio para mapear e distribuir as informações que serão processadas.


Quais são os elementos principais a serem considerados por uma empresa no processo de tomada de decisão a partir da diversidade dos dados produzidos pelo Big Data?

Em uma tomada de decisão baseada em Big Data devem ser considerados os 5 Vs desse sistema, que são o volume, a variedade, a velocidade, a veracidade e o valor dos dados obtidos.


 

A Movile é uma investidora estratégica que ajuda a sua startup no desenvolvimento de tecnologias, recrutamento e gestão de pessoas, gestão financeira e de risco, com foco no seu crescimento.


Achou interessante e quer receber mais conteúdos como este? Então assine agora mesmo a newsletter da Movile!


 

Redação | Movile Orbit