• Redação

O jeito Movile de investir em novas companhias e as conexões para um crescimento mútuo


Faster Together and Better Together

Em escala mundial, inúmeros setores da economia são impactados diretamente pelo desenvolvimento tecnológico constante que exige, em igual proporção, maior diversidade e complexidade em pesquisas para a elaboração de soluções inovadoras. Com uma visão global, a Movile está inserida em um ambiente completamente voltado para a inovação, acompanhando os avanços em diversos modelos de negócios.

Mas, antes de compreendermos como acontece o crescimento da Movile no mercado mundial, gostaria de voltar lá em 1998 nos primórdios da empresa, quando a ideia era desenvolver e vender produtos como SMS e ringtones. Desde o início, o maior objetivo era se tornar uma empresa global e algumas decisões foram necessárias para o seu crescimento, como a fusão com a NTime, a compra da CycleLogic e a fusão com a Yavox, o que contribuiu diretamente para a expansão das operações na América Latina.

Após alguns anos, com o avanço da tecnologia e criação dos smartphones, esta área de atuação perdeu a relevância, resultando em uma mudança no modelo de negócios: em 2012, a Movile se consagrou como uma das primeiras empresas brasileiras de produtos e serviços para smartphones a iniciar suas operações no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Ainda que seu foco fosse o público latino, o novo ambiente serviu de inspiração para os próximos passos da startup. Foi assim que, diante de diversos testes e erros, foi criado o Canal Desenho — que hoje conhecemos como PlayKids.

Na mesma época, as diversas experiências com fusões e aquisições fizeram com que nosso DNA de investimento se fortalecesse naturalmente e começamos a diversificar os negócios da empresa. Fizemos então o primeiro investimento no iFood. Depois dele, outras empresas entraram no ecossistema e mais algumas nasceram dentro de casa.

Em 2016, por exemplo, a Movile percebeu um crescimento de experiências em aplicativos de compra pelos celulares e uma baixa movimentação no mercado global de tickets, resultando em um investimento milionário na Sympla — marketplace de eventos e conteúdos digitais.

E desde uma série de movimentações que se sucederam, o Grupo Movile só cresce. Para se ter ideia, apenas nos últimos três anos, a Movile alcançou um crescimento médio anual de 80% em receita e realizou mais de 30 M&As. Por conta da forte cultura inovadora, nos tornamos oficialmente uma investidora estratégica de empresas de tecnologia, com conhecimento sólido no mercado da América Latina.

Atualmente, trabalhamos com uma maneira diferenciada de investir nas companhias, já que o nosso principal objetivo é nos aprofundarmos no modelo de negócios destas empresas para garantir seu sucesso e crescimento — sem prazo de validade. Além de capital, nossa intenção é apoiar o crescimento sustentável dessas startups em fase de escala, com desenvolvimento de uma cultura forte, apoio em visão estratégica e construção de teses de crescimento, modelo de gestão, comunicação e, claro, com a inserção no ecossistema.

O modelo de ecossistema da Movile cria uma clara vantagem competitiva devido à alta sinergia entre as empresas, que atuam em conjunto para oferecer serviços exclusivos e inovadores aos clientes. Além de conseguir entregar soluções integradas, trocamos conhecimento em inovação e os times podem se conectar para resolver problemas em conjunto.

Um dos maiores cases que temos hoje é o trabalho de iFood, Zoop e MovilePay. A interface de pagamentos e serviços financeiros oferecida para os clientes e parceiros da foodtech só é possível pela integração com as empresas do Grupo. A MovilePay nasceu em 2019 com o sonho grande de se tornar o banco dos restaurantes e devido à integração no iFood e já alcançou mais de 100 mil contas digitais abertas e mais de 200 milhões concedidos em crédito para esses estabelecimentos. Por sua vez, a Zoop fornece toda a infraestrutura para fazer isso rodar, ao mesmo tempo em que permite que todo um sistema de pagamentos inovador, ágil e em consonância com a legislação local se desenrole para os clientes do iFood. Essa movimentação impulsionou o crescimento da fintech, que hoje processa cerca de 2 bilhões de reais, mensalmente.

Pela sua forte cultura de inovação, a Movile está sempre acompanhando de perto o desenvolvimento do mercado em diversos setores. Os times envolvidos mapeiam oportunidades para ampliar o nosso portfólio a partir de investimentos em outras empresas de alto potencial que integrem a sinergia do Grupo. Foi assim que nossa vertical de fintechs, por exemplo, se fortaleceu ao longo do último ano.

Outra oportunidade diz respeito à ascensão significativa das vendas online no ano passado, quando identificamos a necessidade de melhores ofertas em logística last-mile. Isso resultou em um aporte na plataforma de entrega colombiana Mensajeros Urbanos, em 2020, e em um investimento na startup de logística argentina Moova neste ano.

Para os próximos meses, seguiremos apostando nas empresas que já fazem parte do grupo. Além do setor de logística, vamos fortalecer nossas fintechs, atuando cada vez mais com embedded finance, pois acreditamos que todas as empresas, dos mais diversos segmentos, poderão oferecer serviços e produtos financeiros aos seus clientes. Além disso, nossa vertical de games tem ganhado força com a Afterverse, marca de jogos nascida dentro da PlayKids que, em apenas um ano, já alcançou 50 milhões de jogadores mensais em mais de 180 países.

Em termos de investimentos em novas companhias, a Movile segue aberta e em busca de empresas com soluções tecnológicas com grande potencial de crescimento, sempre com o intuito de valorizar o mercado brasileiro e reunir grandes talentos para desenvolver novas soluções. Libere o acesso ao report completo clicando aqui

 

Fabio Massuda é Diretor de Estratégia e Desenvolvimento Corporativo da Movile, apoiando a definição e a execução de suas teses de investimento, liderando projetos para acelerar o crescimento de suas empresas e executando M&As.