top of page
  • Redação

Balanço das tendências de tecnologia: uma retrospectiva dos últimos anos


Não é novidade para ninguém que a tecnologia evolui a passos largos. Por conta disso, não é raro ficarmos perdidos em meio a tantas inovações. Para entender como andam as coisas atualmente, decidimos fazer um balanço das tendências de tecnologia dos últimos anos, quais foram as novidades e como estão hoje em dia.


Blockchain, NFTs, Metaverso, 5G… recentemente fomos inundados por uma série de termos que mais parecem ter saído de uma obra de ficção científica. No entanto, todos esses elementos de fato existem e estão dando o que falar no mundo todo.


Afinal, o que todas essas tecnologias têm em comum e como podem afetar nossas vidas no futuro?


Será que estamos vivendo um período de transição, a partir do qual o mundo digital passará a funcionar como uma nova dimensão da nossa realidade?


São muitas as especulações. Contudo, neste post vamos nos debruçar sobre fatos concretos e analisar um balanço das tendências de tecnologia que sacudiram o mundo nos últimos tempos.


Mas, primeiro, uma retrospectiva tecnológica que marcou os anos de 2021 e 2022.


Uma retrospectiva tecnológica dos últimos anos


É inegável o papel que a pandemia de Covid-19 desempenhou no mercado de tecnologia, impulsionando inovações em diversos sentidos. Aliás, tempos difíceis são conhecidos por marcar grandes avanços em busca de soluções e novidades.


Para sobreviver, muitas empresas precisaram passar por um processo chamado digitização, que nada mais é do que a transposição de um negócio essencialmente físico para o meio digital.


É fato que isso já vinha acontecendo naturalmente, mas as limitações impostas pelo período contribuíram para acelerar essa mudança.


Um bom exemplo foi a rapidez com que várias companhias adotaram o home office, a fim de se manterem operantes no ápice da crise sanitária.


Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revelam que, em 2020, 11% dos trabalhadores brasileiros passaram a exercer suas atividades de forma remota. Esse percentual equivale a 8,2 milhões de pessoas.


Pode parecer algo simples, mas, para funcionar de maneira eficaz, essa prática depende de várias tecnologias, como: videoconferência, computação em nuvem, internet de alta velocidade etc.


Considerando tudo isso, é válido afirmar que nos saímos muito bem, concorda?


Mas, saindo um pouco dessa questão da pandemia, que tal fazermos um balanço das tendências em tecnologia que geraram os maiores hypes nos últimos anos?


Quais foram as maiores tendências da tecnologia entre 2021 e 2022?


Em um primeiro momento, é até difícil compreender seu funcionamento, mas essas tecnologias existem — ao menos no papel — e já afetam nossa realidade.


Conheça quatro das principais tendências e inovações tecnológicas que têm chamado a atenção mundo afora:


1. Metaverso

O metaverso é uma proposta de mundo virtual, que tem a pretensão de ser uma extensão do mundo real, existindo de forma paralela a ele. Neste universo, as pessoas poderiam realizar uma série de atividades e interagir umas com as outras.


Para isso, o conceito funcionaria a partir da internet, por meio de outras tecnologias, como realidade aumentada e realidade virtual, em uma espécie de simulação.


Uma das principais personalidades por trás dessa ideia é Mark Zuckerberg, que inclusive mudou o nome da Facebook Inc para Meta em 2021. Mas, ele não está sozinho nessa. Há diversas outras iniciativas trabalhando neste setor atualmente.


Além disso, não foram poucas as empresas que embarcaram nesse hype e garantiram seu “terreno” no metaverso. Para citar algumas, temos: PwC, Adidas, Samsung, HSBC e Carrefour.


O grande objetivo dessas companhias é construir o seu negócio dentro do ambiente virtual, anunciar seus produtos e até mesmo disponibilizar serviços.


2. NFTs

NFT é a sigla para non-fungible token, ou token não fungível, em português, e se refere a objetos ou arquivos únicos e insubstituíveis.


Na prática, um NFT nada mais é do que um certificado de autenticidade digital. Essa certificação é conferida ao registrar determinado arquivo na Blockchain, que atesta sua originalidade e garante sua exclusividade.


Um pouco confuso, né? Calma, a gente explica!


Todos sabemos que há no mundo apenas uma Mona Lisa pintada por Leonardo da Vinci, certo? Apesar disso, outros artistas podem fazer réplicas do quadro, o que não significa que essas cópias valerão o mesmo que o quadro original, correto? A ideia do NFT é registrar arquivos digitais, garantindo que sejam únicos e autênticos.


A pergunta que fica é: Qual é o real potencial do NFT?



3. Blockchain

Blockchain é um sistema que funciona como um banco de dados, responsável por registrar, criptografar, verificar e validar transações de ativos em uma rede digital, assegurando e atestando a segurança das movimentações que nela ocorrem.


Apesar de ser frequentemente associada a transações de criptomoedas, suas aplicações extrapolam esse meio. O que não faltam são exemplos de uso da Blockchain em outros setores, como na indústria, educação, logística, saúde etc.


4. 5G

Sucessor das redes 4G, o 5G é uma das grandes tendências da tecnologia em nosso balanço.


Em suma, trata-se da 5ª geração do padrão de conectividade, utilizado tanto pelas redes móveis quanto pela banda larga oferecida pelas operadoras de telefonia. Logo, estamos falando de conexão de internet com alta velocidade e baixa latência.


Na prática, além de facilitar o acesso por parte de milhões de pessoas no mundo todo, isso também significa aumento no desempenho de tecnologias como Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Computação em Nuvem etc.


Para ter uma dimensão do tamanho desta evolução, basta lembrar que, há quinze anos, a maioria dos brasileiros se conectavam à rede por meio da internet discada. Aliás, vale observar que as novas gerações sequer sabem o que isso significa.



Qual é o balanço dessas tendências em tecnologia atualmente?


A despeito das funcionalidades de cada uma dessas tecnologias, é importante ter em mente que todo hype é uma oportunidade para ganhar dinheiro. Porém, o contrário também é válido.


Por isso, antes de investir, é muito importante buscar entender o que está por trás dessas tendências. Há de fato uma oportunidade para o crescimento e desenvolvimento da minha empresa, ou é apenas uma “moda passageira”?


O que não funcionou em tecnologia até o momento?

Um ponto a ser destacado é que todas essas tecnologias estão relacionadas umas às outras, pelo menos até certo ponto. Mas, será que elas se sustentam?


Vamos a um balanço das tendências em tecnologia que ficaram só na promessa — ou que pelo menos ainda não entregaram o que era esperado.


NFTs: da ascensão a queda

O grande hype dos NFTs foi muito impulsionado pela alta histórica do Bitcoin, que em novembro de 2021 chegou a valer mais de R$350 mil. Muitos dos que surfaram esta onda, obtiveram bons lucros. Contudo, poucos meses após essa grande febre, o mercado de criptomoedas entrou em queda, levando consigo as vendas de NFTs.


Um exemplo que ficou famoso foram as duas artes adquiridas por Neymar em janeiro de 2022. Na ocasião, o jogador pagou algo em torno de R$6,2 milhões. Devido a queda do mercado cripto, apenas cinco meses após a compra, seus NFTs tiveram uma desvalorização de 87%, passando a valer cerca de R$800 mil.


Eles podem voltar a valorizar? É claro que sim. Mas, a questão é: será que vão?


O fato é que, mais do que pensar no valor monetário intrínseco de um item registrado na Blockchain, devemos olhar para as diversas outras possibilidades que o mercado de NFTs podem proporcionar. Como no registro de identificação de cidadãos ou na substituição dos modelos de contratos tradicionais, por exemplo.


Metaverso: a promessa que (ainda) não se concretizou

A ideia de uma realidade paralela digital atiçou a curiosidade de muita gente. Ainda mais quando vemos empresas gigantes despejando dinheiro nesses projetos.


A ideia é fantástica. Mas, pelo menos até o momento, ainda não vimos nada além de promessas. Talvez esse seja o motivo de carregar um ar de ficção científica.


O que vemos hoje são várias empresas trabalhando separadamente na construção de seu próprio ambiente virtual. Porém, a ideia de um universo único e digital ainda não parece estar madura o suficiente para se tornar realidade — ao menos não da forma como este conceito se propõe a ser.


Quem sabe daqui há alguns anos?



E o que funcionou em tecnologia nesse período?

Se por um lado algumas dessas tendências desapontaram os entusiastas, por outro, há as que se firmaram e vem desempenhando papéis super importantes.


As mil e uma aplicações da Blockchain

Como já mencionamos, a Blockchain é uma tecnologia para lá de inovadora.


Por ser 100% segura, ela pode ser utilizada nos mais diversos processos, conferindo transparência e confiabilidade para qualquer tipo de operação que circule pela sua rede. Neste sentido, casos práticos de uso incluem:


  • autenticação de documentos;

  • rastreamento de cargas;

  • registro de bens;

  • validação de certificados acadêmicos e profissionais;

  • registro de prontuários médicos e dados de pacientes;

  • entre tantas outras.


Enfim, exemplos de aplicação da Blockchain não faltam, o que deixa evidente o futuro promissor que essa tecnologia tem pela frente.


O potencial que o 5G representa para um mundo conectado

Apesar de ainda não estar disponível globalmente, o 5G já é uma ideia mais concreta. Por isso estamos considerando-a como uma tendência que vem dando certo.


A tecnologia já começou a ser implementada no Brasil. Contudo, de acordo com a Anatel, a cobertura total nas capitais deve levar mais dois anos, ao passo que o prazo para sua expansão até municípios com mais 30 mil habitantes vai até 2029.


O ponto aqui não é nem a complexidade da tecnologia em si, mas sim o potencial de inovação que ela representa para um mundo que está cada vez mais conectado.


Então, qual foi o resultado dessa aventura? O hype de 2021 foi válido?


O balanço das tendências de tecnologia dos últimos anos nos fez vislumbrar um futuro no mínimo interessante. Com projetos para lá de inovadores, que nos mostram que as possibilidades são quase infinitas.


Entretanto, tudo isso ainda é muito novo e parece que levaremos um tempo para amadurecer certas ideias.


O fato é que, pelo menos até o presente momento, a maioria dessas promessas ainda não se concretizaram. Pelo contrário, até deram uma boa esfriada.


E os motivos são vários. Dentre eles, podemos citar o período de recessão global que vivemos, que muito se deve à pandemia de Covid-19 e à Guerra da Ucrânia, mas não só isso.


Como esse mercado ainda é incipiente e dependente de investimentos e do engajamento das pessoas, é natural que esteja em baixa no cenário atual.


Contudo, não há dúvidas de que existem projetos interessantes em meio a todo esse hype que presenciamos nos últimos anos. Agora, se tais ideias realmente irão engrenar em algum momento, isso só o futuro poderá nos dizer.


O que você acha de tudo isso? Acredita que o metaverso tem potencial para se tornar uma nova dimensão da nossa realidade no futuro? Quais são as possibilidades para o mercado de NFT? Quais serão as novas aplicabilidades conferidas à blockchain? O que espera do 5G?


Comente com suas opiniões, e vamos desenvolver este debate!


E se você gostou deste conteúdo? Compartilhe na sua empresa e com seus amigos, assim todos ficam por dentro do balanço das tendências de tecnologia nos dias de hoje e para o futuro.


bottom of page